• Luciana de Lima trocou os quilos pelos quilômetros a mais
  • Luciana de Lima trocou os quilos pelos quilômetros a mais

  •  

Tudo começou quando ela se mudou do interior de São Paulo para a capital, em 2005. Luciana sentiu muito as diferenças da cidade grande, além da falta dos amigos e da família. A ansiedade fez com exagerasse na comida e abandonasse os exercícios físicos. Em sete anos, os 68kg se transformaram em 106kg. Até que Luciana fez uma nova mudança!

Ela não só voltou para Americana, como procurou cuidar da saúde. Mas a situação era bem complicada: fora o sobrepeso, tinha a pressão alta, o colesterol elevado e outros problemas. Então seu médico recomendou uma cirurgia bariátrica, para redução de estômago. A complexidade do procedimento a assustou muito, foi um ano só de preparo, com acompanhamento de psicólogo e conversa com pessoas que tinham experiência no assunto. A cirurgia enfim aconteceu e o pós exigiu muita dedicação, com uma reeducação alimentar severa. E ela levou esse empenho às pistas.

Isso mesmo! Luciana começou a fazer caminhada, ainda como parte do tratamento. E foi justamente aí que ela conheceu sua “brother”, como chama a corrida hoje. “A corrida era algo que eu nunca imaginei fazer, sequer entendia o motivo das pessoas ficarem correndo, achava isso meio louco”, contou aos risos. Ela decidiu se arriscar: “minha primeira tentativa foi uma corrida leve de 30 segundos, o bastante para me deixar cansada. Mas eu estava disposta a melhorar o preparo e a evolução vinha a cada treino. Peguei gosto!”.

O encontro com sua brother passou a acontecer todas as manhãs. “Coloquei os treinos como uma das prioridades em minha vida, assim como o estudo, o trabalho. Quando não dá pra ir às 5h30 da manhã, vou à noite. Já cheguei a sair na chuva, mas é porque gosto mesmo, é a minha terapia”. Em menos de um ano correndo, hoje Luciana já completou provas de 5km e chega a fazer treinos de 10km. “Não tem como explicar o quanto é bom cruzar uma linha de chegada, recomendo essa sensação para todos.” Aliás, essa é a nova atividade dela: além de treinar todo dia, passou a incentivar conhecidos a correrem: “as pessoas do fórum sobre cirurgia bariátrica me mandam mensagem perguntando como fazer para começar a correr”.

Lembra o excesso de peso e os problemas de saúde? “Hoje não tenho peso pra perder, mas quilômetros pra correr. A corrida me ensinou o que é superação. E que venha a São Silvestre!”